Knowledge Discovery in Database | Dunning

Knowledge Discovery in Database

O processo de descoberta de conhecimento em bases de dados, conhecido como KDD (Knowledge Discovery in Database), é um processo exploratório interativo e iterativo com diversas fases sequenciais, sendo a mais conhecida delas a mineração de dados. Nasceu da demanda por sistemas e algoritmos de extração de conhecimento capazes de resolver problemas cujo contexto apresenta crescimento de volume, velocidade, veracidade e complexidade com que dados são gerados, coletados, armazenados e recuperados.

O KDD foi definido originalmente por U. Fayyad (Fayyad et at., 1996a) como sendo “o processo de identificação de padrões válidos, inéditos, potencialmente úteis e essencialmente compreensíveis embutidos nos dados”. Compreende vários passos sequenciais e que vão desde o entendimento do domínio da aplicação e dos dados, a preparação e análises dos mesmos até o entendimento dos resultados gerados. Cada etapa do KDD é conectada com sua antecessora e sua sucessora, ou seja, uma etapa é iniciada com a finalização da anterior, podendo inclusive ser revista caso o resultado esperado não seja alcançado.